Crime

Ação apreende 1,4 milhão de litros de bebidas irregulares

22 lotes com possível substituição de matéria-prima serão analisados em laboratório

29/09/2021 - 19:15 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A ação fiscal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada por auditores fiscais federais agropecuários, do serviço de inspeção de produtos de origem vegetal (Sipov-MG), apreendeu 1.453.308,20 litros de bebidas como néctares, refrescos e água de coco em comércios de Minas Gerais. A operação contou com o apoio da Superintendência Federal de Agricultura de Minas Gerais (SFA-MG).

Indícios de fraude por substituição de matéria-prima foi observada em 22 lotes de produtos apreendidos, e outras 143.678 unidades de rótulos de água de coco estavam violadas. A estimativa é que 530 mil litros de água de coco irregular foram recolhidos, ou seja, mais de 2 mil toneladas de coco verde deixaram de ser consumidas.

Um dos estabelecimentos fiscalizados foi fechado e sua produção interrompida pelos fiscais, devido a quantidade de lotes fraudados. O local poderá retornar suas atividades após adequações, como a adoção de uma política antifraude.

O Laboratório Federal de Defesa Agropecuária no Rio Grande do Sul (LFDA-RS), que fez a análise dos produtos, verificou a substituição de matéria-prima por água e açúcar de cana. Novas análises serão realizadas para contraprova, caso confirmada as fraudes, os estabelecimentos receberam multa de até R$ 117.000,00 por lote irregular.

Com informações e foto do capa do Mapa. 

Compartilhar

Últimas Notícias