Geral

Frio de -1.6º trouxe geada e preocupação para produtores de Maçã, em São Joaquim

Campos e automóveis da região ficaram cobertos por camada de cristais gelo

23/09/2021 - 14:05 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News
Imagem: Mycchel Legnaghi

Uma geada, em plena primavera, tirou o sono de diversos produtores de maçã na região de São Joaquim, em Santa Catarina, na madrugada desta quinta-feira (23).

Para combater a formação de gelo na florada das macieiras, o que poderia ocasionar um dano imensurável à safra 2021/2022, os produtores tiveram que acordar durante a noite e fazer fogueiras.

As regiões de baixadas do município de São Joaquim, como o Vale da Invernadinha a 11km do centro da cidade, Vale do Postinho a 7km e o Vale do Caminhos da Neve a 3km foram as regiões mais atingidas pela geada.

Os campos em São Joaquim ficaram brancos, cobertos por uma considerável camada de cristais de gelo, e os automóveis também ficaram cobertos pela geada.

Imagem: Mycchel Legnaghi

 

Imagem: Mycchel Legnaghi

Em um pomar, no Vale do Caminhos da Neve, foi necessário fazer o acionamento da 'Wind Machine', a primeira máquina anti geada no Brasil que consiste num equipamento que provoca fortes ventos evitando que a geada danosa se forme no pomar evitando perdas significativas à produção de maçã. 

Essa foi a geada de número 108, somando 71 dias de temperaturas negativas em Santa Catarina e a oitava geada do mês de setembro.

 

Com informações de São Joaquim Online / Foto de capa: Mycchel Legnaghi

Compartilhar

Últimas Notícias