Agricultura

Custo de produção do milho tem 8ª alta consecutiva no Mato Grosso

Aumento no preço dos fertilizantes desacelerou comércio em agosto

21/09/2021 - 15:59 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com o relatório do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), devido a compra de insumos no estado e a alta no dólar de 1,84% em agosto deste ano, o valor do milho para a safra 21/22 subiu 2,09%. A cotação média do grão no indicador do instituto está em R$ 69,84 por saca.

O aumento no preço dos insumos, em especial fertilizantes, desacelerou a comercialização no Mato Grosso no mês passado. O início das negociações da safra 21/22 foi adiantado, por causa da favorável relação de troca no começo do ciclo. Mas, perdeu força em agosto diante do cenário desfavorável para o produtor na relação de troca entre os fertilizantes, fosfato monoamônico (MAP) e 20.00.20, que tiveram alta de 69,76% e 37,60% ante o registrado em janeiro de 2021, respectivamente.

A diferença entre a cotação do milho na bolsa de Chicago e no indicador do Imea diminuiu 20,83% no comparativo semanal, elevando R$ 5,38 a saca do grão em Mato Grosso.

Com informações do Imea. 

Compartilhar

Últimas Notícias