Geral

Quantidade de trabalhadores no agronegócio cresce 7,9% no segundo trimestre, diz Cepea

Número de pessoas no setor recupera perdas causadas pela Covid-19

17/09/2021 - 13:43 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O número de trabalhadores no agronegócio no segundo trimestre de 2021 aumentou, suprindo a redução nos postos de trabalho observada em 2020, diante da pandemia de Covid-19. Em 2020, as maiores perdas ocorreram no setor agrícola, tanto na agricultura dentro da porteira, quanto na agroindústria.

De acordo com pesquisas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, entre abril e junho de 2021, cerca de 18,04 milhões de pessoas trabalhavam no agronegócio, enquanto no mesmo período do ano anterior o número era de 16,73 milhões, ou seja, houve um aumento de 7,9%.

Frente ao 1º trimestre deste ano, o crescimento foi de 628 mil pessoas ocupadas no setor, um avaço de 3,6%.

Em todos os segmentos houve crescimento na quantidade de ocupados entre o primeiro e segundo trimestre de 2021. Na agropecuária o aumento foi de 4,2%, cerca de 353 mil pessoas.

Na comparação entre os segundos trimestres de 2020 e de 2021, o setor da agropecuária novamente ficou em destaque com alta de 12,07%, aproximadamente 940 mil trabalhadores.

A participação do agronegócio no mercado de trabalho do Brasil avançou de 20,33% no primeiro trimestre para 20,55% no segundo trimestre de 2021. Entre abril a junho do ano anterior a participação foi de 20,07%.

As maiores altas em termos de ocupação foram de funcionários de gênero feminino e trabalhadores com ensino fundamental ou médio.

 

Com informações Cepea

Compartilhar

Últimas Notícias