Assista agora:
Agricultura

Governo publica zoneamento agrícola de risco climático para regiões Norte e Nordeste

Culturas contempladas foram milho de 1ª safra, consórcio milho com braquiária e algodão herbáceo

15/09/2021 - 13:36 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

As portarias 415 a 440, de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para o cultivo de milho de 1ª safra, consórcio milho com braquiária e algodão herbáceo, foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (15).

O Zarc foi aprovado para: cultivo do milho de 1ª safra em AL, CE, PB, PE, RN, SE, AP, AM, PA e RR; cultivo do consórcio milho com braquiária de 1ª safra em AL, CE, PB, PE, RN, SE e RR; cultivo do algodão herbáceo em AL, CE, PB, PE, RN, SE, AP, PA e RR.

O zoneamento tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos.

O modelo agrometeorológico considera elementos que influenciam diretamente no desenvolvimento da produção agrícola como temperatura, chuvas, umidade relativa do ar, água disponível nos solos, demanda hídrica das culturas e elementos geográficos (altitude, latitude e longitude). 

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e ainda poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só liberam o crédito rural para cultivos em áreas zoneadas.

 

Informações por Mapa

Compartilhar

Últimas Notícias