Pecuária

Tereza Cristina minimiza risco em casos de 'vaca louca'

Ministra da Agricultura afirma que população não precisa temer

04/09/2021 - 19:42 | Por Valdecir Cremon - SBA | Siga-nos no Google News

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina Correia Dias, tranquilizou pecuaristas e a indústria de carnes do país, neste sábado (4), sobre a ocorrências de dois casos de ‘vaca louca’ em animais de Mato Grosso e de Minas Gerais. Segundo ela, o governo possui controle sobre o problema e não vê riscos para o rebanho.

Tereza Cristina esteve em Campo Grande (MS) para lançamento da campanha Agro Fraterno, em parceria com entidades do estado.

“Tivemos dois casos que se confirmaram como ‘vaca louca’, que é a BSE (encefalopatia espongiforme bovina, na tradução). Mas, graças a Deus, ontem [sexta-feira, 3], tivemos o resultado do laboratório do Canadá, de Alberta, de que é um caso atípico”, disse. 

A OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) não considera como graves casos atípicos, segundo a ministra. “Quero tranquilizar a população. Não tem problema para a saúde pública”, afirmou. 

Tereza Cristina minimizou o problema. “Esse é um problema que não acontece só no Brasil. E quando esse caso é achado é porque a gente tá verificando, porque senão não se achava”, disse, citando que ocorreram contaminações de animais em países como a Espanha e Bélgica. 

Com as ocorrências, o governo brasileiro suspendeu por 15 dias as exportações de carne para a China em respeito a um protocolo sanitário firmado entre os dois países. Frigoríficos exportadores paralisaram abates houve pressão negativa sobre a cotação da arroba.

Veja o que disse a ministra.

Compartilhar

Últimas Notícias