Crime

PF desarticula organização criminosa voltada a crimes financeiros

Operação Romeu Sierra India investiga empresa de investimentos sediada na cidade de Dourados (MS)

01/09/2021 - 11:20 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (1º), a Operação Romeu Sierra India, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada à captação ilícita de recursos de investidores e lavagem de dinheiro, com atuação sem autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

As investigações tiveram início em 2020, após a Polícia Federal receber uma comunicação da CVM de que na cidade de Dourados (MS), funcionava uma empresa dedicada à captação de recursos de terceiros, para fins de investimentos no mercado de capitais, sem autorização.

A empresa investigada contava com um sofisticado e convincente sítio de internet, onde em seu manual de investimentos explicava aos clientes a forma como trabalhava e os principais tipos de produtos oferecidos. Todos com uma rentabilidade muito acima do mercado.

A área do cliente, acessado através de login e senha individual, contava com gráficos e planilhas explicativas onde eram discriminados os valores investidos e os ganhos auferidos com as supostas aplicações em bolsa feitos pela empresa em nome dos clientes, como se de fato fosse uma corretora de valores.

Com o aprofundamento das investigações, a PF descobriu que, através das contas bancárias da empresa investigada, em 2 anos circularam mais de R$ 60 milhões. 

Ação

No total, aproximadamente 80 policiais federais cumprem 02 mandados de prisão preventiva, 02 mandados de prisão temporária, 19 mandados de busca e apreensão nas cidades de Dourados, Campo Grande, Ponta Porã, Naviraí, Porto Murtinho, Amambai, em Mato Grosso do Sul; Franca em São Paulo; e Maringá no Paraná; além do sequestro e bloqueio de mais de R$ 40 milhões de reais em bens móveis e imóveis da organização criminosa.

Com informações e foto de capa Polícia Federal.

Compartilhar

Últimas Notícias