Agricultura

Custo de produção da soja aumenta 0,58%, diz Imea

Com essas altas, o custeio ficou estimado em R$ 2.868,39 por hectare

24/08/2021 - 13:30 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O custo de produção da soja GMO apresentou elevação de 0,58% durante o mês de julho. A alta, impulsionada pela valorização do câmbio no mês anterior, acabou elevando o preço de alguns insumos importados cotados no dólar. Inseticidas, macronutrientes e herbicidas apresentaram elevação de 1,34%, 0,80% e 0,20%, respectivamente.

Com esses aumentos, o custeio ficou estimado em R$ 2.868,39 por hectare. As informações foram apresentadas no boletim semanal do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, publicado hoje (24).

A forte demanda pela oleaginosa na última semana, favoreceu uma elevação de 2,06% no preço disponível da saca de 60kg dentro do Mato Grosso, ficando em R$ 167,81 por saca. Já o principal contrato de referência para a soja norte-americana, devido a pressão pela realização de lucros, fechou a semana em US$ 13,44 por bushel, decréscimo de 5,52%.

O indicador Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), para a saca de soja no Brasil, apresentou valorização de 2,49% na última semana, impulsionada por uma menor oferta no mercado interno. Com a aproximação do mês de setembro o foco dos players é a previsão climática, que promete bons volumes para o país. 

De acordo com o modelo climático Ensemble Mean, previsto pela Administração Oceânica E Atmosférica Nacional (NOAA), o mês de setembro deve receber volumes de chuva acima da média, o que favorecerá a semeadura, mais adiantada se comparada com a safra anterior. 


Com informações do Imea / Foto: Wenderson Araujo - Sistema CNA Senar.

Compartilhar

Últimas Notícias