Assista agora:
Saúde

Fiscalização no RS apreende quase 2 toneladas de alimentos impróprios para consumo

Força-tarefa vistoriou cinco estabelecimentos em dois municípios gaúchos

20/08/2021 - 12:33 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Fiscalização no Rio Grande do Sul nesta semana apreendeu e inutilizou 1.800 quilos de alimentos impróprios para consumo. A força-tarefa do Programa Segurança Alimentar esteve em cinco estabelecimentos dos municípios de Getúlio Vargas e Caseiros.

Fiscais estaduais agropecuários vistoriaram dois estabelecimentos em Getúlio Vargas, onde 1.200 quilos de alimentos impróprios para consumo foram apreendidos e inutilizados. Os comércios foram autuados e os depósitos de ambos interditados. 

Os principais problemas encontrados foram produtos com prazos de validade vencidos ou sem prazos de validade, sem procedência, higienização precária e alimentos com indício de recongelamento. Também se constatou a realização de obras sem proteção dos produtos armazenados, gerando poeira, alimentos para descarte misturados com produtos que seriam comercializados, entre outras irregularidades.

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, afirma que na região há muitos casos de tuberculose animal e foram apreendidos diversos queijos sem identificação de procedência nos dois estabelecimentos. “A possibilidade destes queijos serem oriundos de animais com tuberculose é grande, já que não é um produto inspecionado”, alerta o promotor.

Na quarta-feira (18), em Caseiros, mais três estabelecimentos foram fiscalizados e tiveram 600 quilos de mercadorias apreendidos e inutilizados. Entre as irregularidades encontradas nos locais vistoriados estavam produtos com prazos de validade vencidos, sem procedência, venda de medicamentos sem licença, muitos vencidos há anos.

 

 

Informações por Seapdr/ RS

Foto de capa por MP/ RS

Compartilhar

Últimas Notícias