Economia

Índice de preços ao produtor do Cepea sobe 3% em julho; pecuária avança 0,4%

Grupo de hortifrutícolas lidera crescimento com alta de 21,5%

17/08/2021 - 09:54 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários, calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (IPPA/CEPEA), para julho, avançou 3%, em termos nominais, frente a junho de 2021. 

Os Índices de todos os grupos de produtos registraram alta no mês, com destaque para o IPPA-Hortifrutícolas, de 21,5%. 

Neste caso, com exceção do preço da batata, todos os produtos que compõem o índice de hortifrutícolas registraram elevações consideráveis – o que se pode atribuir aos impactos da geada sobre o campo, com destaque para a alta expressiva do preço do tomate, da banana e da uva, de importantes 52,2%, 32,3% e 12,4%, respectivamente, em relação a junho. 

Quanto ao IPPA-Grãos avançou 3,7%, o IPPA-Cana-Café, 2,7% e o IPPA-Pecuária, 0,4%. Entre os grãos, houve aumento nos preços do milho, da soja e do algodão em pluma, contribuindo para uma leve recuperação em relação à queda registrada em junho. 

O índice composto pela cana-de-açúcar e pelo café reagiu às altas de ambos os produtos. Por fim, as elevações nos preços do frango vivo, do leite e, mais sutilmente, do boi gordo respondem pelo pequeno incremento do índice da pecuária. 

Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos Industriais, calculado e divulgado pela FGV, avançou 1,4% – logo, de junho para julho, os preços agropecuários subiram frente aos industriais da economia.

 

 

Informações por Cepea

Compartilhar

Últimas Notícias