Economia

Venda de automóveis apresenta queda de 8,4% em julho

Resultado foi o pior para um mês de julho desde 2005, segundo dados da Fenabrave

03/08/2021 - 16:25 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

As vendas de automóveis do Brasil apresentaram queda de 8,4% no mês de julho na comparação com o mesmo período em 2020. De acordo com o balanço, divulgado hoje (3), pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram emplacados em julho 123,6 mil automóveis, enquanto no mesmo mês do ano passado as vendas foram de cerca de 134,9 mil unidades.

O resultado foi o pior para um mês de julho desde 2005, segundo dados da Fenabrave. A entidade atribuiu a falta de carros nas concessionárias aos problemas de abastecimento de peças e componentes.

No entanto, no período acumulado de sete meses, as vendas de automóveis continuam em alta se comparadas com o ano de 2020, demonstrando crescimento de 20,2% e emplacamento de 927,7 mil unidades.

As vendas de veículos novos, incluindo carros, motos, ônibus, caminhões e veículos comerciais leves, registraram alta de 10,9% em julho em relação ao mesmo mês de 2020, com o emplacamento de 309,4 mil unidades. No acumulado de janeiro a julho, a alta é de 33,7% em comparação com os primeiros sete meses do ano passado, com a comercialização de 2 milhões de unidades.

As vendas de caminhões tiveram crescimento de 20,8%, com a comercialização de 11,4 mil unidades em julho. No acumulado de janeiro a julho, a alta chega a 47,6% na comparação com o mesmo período de 2020, com as vendas de 69,5 mil unidades.

A Fenabrave estima que as vendas de automóveis neste ano cresçam 10,9%, com a comercialização de 1,7 milhão de unidades. A previsão está abaixo da feita no início do ano, de que as vendas de carros iriam aumentar em 15,4% neste ano com relação a 2020. Para os caminhões é esperado pela estima-se alta de 30,5% nas vendas neste ano.

 

Com informações da Agência Brasil. 

Compartilhar

Últimas Notícias