Assista agora:
Previsão do Tempo

Terceira onda de frio tem neve e geada no Sul do país

A massa de ar polar avança e grande parte do Centro-Sul sente efeitos das baixas temperaturas

28/07/2021 - 05:00 | Por AgroClima - SBA | Siga-nos no Google News

O clima mudou no Sudeste e no Sul do país com o retorno das chuvas, mas o destaque dos próximos dias será o frio. Pode gear no interior de São Paulo e serra da Mantiqueira, com o ápice de baixas temperaturas nesta sexta-feira (30). A partir desta quinta (29), a previsão também indica geadas amplas nas áreas da Mogiana Paulista e no sul de Minas Gerais, onde as temperaturas mínimas variam de 0° a 3°.

As áreas de café que foram muito afetadas pelas últimas geadas, devem voltar a receber baixas temperaturas ao longo da semana. Em Alfenas (MG), há previsão de geadas nesta sexta (30) e no sábado (31), com mínimas entre 3° e 4°. Na divisa entre o estado paulista e o estado mineiro, destaca-se a região da Mogiana, importante produtora de café arábica. A previsão é de mínima de 3° em Franca (SP), com possibilidade de geadas.

Na região Sul, a chuva diminui entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e ainda há risco de geadas. Nesta quarta-feira (28), chuva a qualquer hora do dia no leste e norte do estado paranaense. Os termômetros também ficam muito baixos em toda a região sulista, com previsão de neve e chuva congelada para as áreas da campanha e serra gaúcha, além da serra e planalto de Santa Catarina, e sul do Paraná. Na região Centro-Oeste o frio aumenta e amanhã (29), o dia começa com geadas no centro-sul de Mato Grosso do Sul incluindo a capital, Campo Grande, que deve ter mínima perto dos 4°. 

Já na região Norte do país, a chuva se espalha em todos os estados e apenas no sul do Pará, oeste de Rondônia e Tocantins, o tempo segue firme. A massa de ar frio que já avança pelo Centro-Sul, também será sentida em forma de friagem principalmente em Rondônia, Acre e sul do Amazonas.

No Nordeste, tem previsão de chuva rápida no leste da Bahia até o norte do Piauí, e pancadas mais fortes no litoral de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. O tempo mais firme pelo oeste baiano, favorece o avanço na colheita e a qualidade das plumas de algodão.

Mais detalhes, no AgroClima de hoje (28). 

Foto da capa: Mycchel Legnaghi 

Compartilhar

Últimas Notícias