Previsão do Tempo

Campo Grande tem umidade relativa do ar de 9% - igual a deserto

Climatempo registra marcas semelhantes em outras capitais nesta quarta-feira

22/07/2021 - 08:43 | Por Valdecir Cremon - SBA | Siga-nos no Google News

A capital de Mato Grosso do Sul bateu recorde de baixa umidade relativa do ar, nesta quarta-feira (21), em todo o país. Campo Grande teve 9% - cinco vezes menos que o limite ideal para a saúde humana, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). O registro foi feito pela estação automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) no período da tarde, com temperatura máxima de 26 graus.

Segundo a Climatempo - empresa especializada em meteorologia -, a umidade registrada na cidade ficou abaixo de marcas comuns apenas a regiões desérticas.

Outro destaque de baixa umidade é o de Goiânia (GO), que teve o dia mais seco em 13 anos para um mês de julho, desde 2008, com 14%. Nas duas capitais, a queda da umidade ocorre há pelo menos 10 dias, além de registros de temperaturas mínimas abaixo dos oito graus na maior parte do período.

A falta de chuva e o predomínio do ar seco se estendem para outras capitais do país, como Brasília (DF), que registrou 18% de umidade do ar na terça-feira (20) e 14% nesta quarta. Belo Horizonte (MG), Palmas (TO) e Cuiabá (MT) também tiveram marcas abaixo dos 20%.

Segundo a Climatempo, não há expectativa de melhora das condições do clima nestas áreas. Até o final de semana, a umidade relativa do ar ficará extremamente baixa em todo o Centro-Oeste, sem nenhuma previsão de chuva.

Compartilhar

Últimas Notícias

Mega Leilão Virtual CFM 2021