Agricultura

Prazo para envio da declaração de conformidade do vazio sanitário é prorrogado em MG

Medida foi adotada devido aos empecilhos causados pela pandemia de Covid-19

15/07/2021 - 17:35 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) de Minas Gerais prorrogou para 31 de julho o prazo final para envio da declaração de conformidade do vazio sanitário da soja ao Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

A medida é obrigatória e o não cumprimento é passível de penalidades. A prorrogação é um pedido do setor produtivo diante do enfrentamento da pandemia. O vazio sanitário da soja segue até 15 de setembro em Minas Gerais.

O cumprimento do vazio sanitário permite que o produtor se prepare para a próxima safra, viabilizando mais produtividade e renda ao seu negócio.

Vazio Sanitário
Durante 77 dias do manejo iniciado em 1º de julho, ao constatar a presença de planta voluntária de soja (guaxa) na propriedade, o produtor deve providenciar imediatamente a erradicação. Não é permitido semear ou manter plantas vivas da cultura nas lavouras mineiras. 

O objetivo é evitar a ocorrência do fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da ferrugem asiática, principal praga que acomete a cultura. O manejo impede danos à plantação e pode evitar perdas econômicas aos produtores. Por prevenção, o vazio sanitário é realizado antes do plantio do grão.

No período em que vigora a medida, as propriedades ficam livres dos hospedeiros (plantas de soja), diminuindo a incidência de praga na próxima safra. Ao constatar a presença de planta voluntária de soja (guaxa) na propriedade, o produtor deve providenciar sua erradicação para evitar a sobrevivência do fungo que contamina a lavoura causando eventuais perdas econômicas.

 

Informações por IMA MG

Foto de capa por Foto Wenderson AraujoTrilux/ Sistema CNA Senar (2)

Compartilhar

Últimas Notícias