Assista agora:
Economia

Agronegócio: exportações registram novo recorde em junho; valor é superior a US$ 12 bi

Completo soja foi o principal produto exportado

13/07/2021 - 11:05 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Os embarques do agronegócio em junho de 2021 registraram recorde para o mês, de US$ 12,11 bilhões. O valor representa um aumento de 25% comparado aos US$ 9,69 bilhões embarcados em junho do ano passado. A alta dos preços internacionais dos produtos agropecuários exportados pelo Brasil foi de 30,4%.

Segundo a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, esse aumento nos preços, em virtude da recuperação econômica global, foi determinante para o recorde do mês, já que houve redução de 4,1% no índice de quantum das exportações brasileiras.

As importações do agronegócio tiveram alta de 54,2%, totalizando US$ 1,28 bilhão. Desta forma, o saldo da balança comercial do agronegócio atingiu US$ 10,8 bilhões.

Devido ao aumento das exportações de produtos não-agrícolas em 105,3%, motivados por exportações de minério de ferro e petróleo, a participação dos produtos do agronegócio nas exportações totais brasileiras alcançou 43,1%, mesmo com o recorde observado para os meses de junho. Em junho de 2020, a participação foi de 55,5%.

Soja

O principal produto exportado do agronegócio brasileiro foi o complexo soja. Os embarques desse setor totalizaram recorde de US$ 5,30 bilhões, mesmo com redução de 12,9% do volume exportado, 11,1 milhões de toneladas.

Carnes

As carnes foram geraram receita de US$ 1,78 bilhões (+26,6%) em junho. O incremento do valor ocorreu em função da elevação da quantidade embarcada (+9,4%) como ao aumento médio do preço de exportação (+15,7%).

A principal proteína exportada foi a bovina, com registros de US$ 834,24 milhões (+12,7%). Em comparação com a carne de frango, os envios subiram 45,8% para atingirem US$ 636,26 milhões em junho de 2021. A proteína suína registrou recorde de exportações, com vendas externas de US$ 268,31 milhões (+36,4%). A quantidade enviada também foi recorde, com 107,2 mil toneladas (+12,9%).

 

Com informações Ministério da Agricultura

Compartilhar

Últimas Notícias