Crime

Polícia Federal deflagra operação para combate ao comércio irregular de carnes em SP

Auditora fiscal federal do Ministério da Agricultura estaria envolvida no esquema

31/05/2021 - 14:36 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (31) deflagrou a Operação Inopino, nos municípios de Presidente Prudente, Presidente Epitácio e Rancharia, no interior de São Paulo, com sete mandados de busca e apreensão cumpridos por cerca de 50 polícias federais. A investigação tem como alvo uma organização criminosa envolvendo um frigorífico em Presidente Prudente, e visa combater crimes sanitários, de corrupção, estelionato e falsidade documental.

Segundo a Polícia Federal, provas colhidas desde 2018 apontam que uma auditora fiscal federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) teria recebido “valores e vantagens” para facilitar a comercialização de carnes em desacordo com as normas do setor.

Durante as investigações foram demonstrados fortes indícios de que essa servidora pública e prepostos da empresa investigada trocavam embalagens de forma a adulterar datas de vencimento, modificavam romaneios (isto que especifica peso, qualidade e quantidade de mercadorias embarcadas ou vendidas) e relatórios de pesagem. 

A auditora do Mapa investigada será afastada de suas funções por determinação judicial.

Os crimes objeto da investigação e previstos no Código Penal (CP) são a suposta prática de corrupção ativa, corrupção passiva, prevaricação, falsidade documental, crime sanitário e organização criminosa.

A investigação prosseguirá, para averiguar possíveis outros envolvidos e será concluída após a análise dos materiais eventualmente apreendidos durante a Operação Inopino.

 

Informações por Agência Brasil

Compartilhar

Últimas Notícias