Economia

AnalisaCAR: MS é o primeiro estado a aderir ferramenta

Mato Grosso do Sul possui sistema próprio de processamento do Cadastro Ambiental Rural

19/05/2021 - 09:52 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O Mato Grosso do Sul é o primeiro estado com sistema próprio a aderir AnalisaCAR. A ferramenta permite analisar dados declarados no Cadastro Ambiental Rural (CAR) de forma automatizada, através de mapeamentos georreferenciados, garantindo agilidade e precisão ao processamento. O acordo entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), e o Governo de MS foi assinado ontem (17).

O AnalisaCAR foi lançado pelo Mapa na quinta-feira (13) e utiliza tecnologias de sensoriamento remoto, o que pode processar a analisar milhares de cadastros de imóveis rurais simultaneamente. A ferramenta permitirá, de forma ágil à implantação do Código Florestal. O MS poderá agilizar a análise de 100 mil registros.

A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ressaltou que o AnalisaCAR irá otimizar processos. “Com o CAR dinamizado, vamos poder trazer a segurança que o produtor precisa. E, melhor, a análise não será mais subjetiva, agora será uma análise muito mais objetiva, feita através de Inteligência Artificial, de maneira mais célere e segura”, explica.

O diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Pedro Neto, explica que aqueles estados que possuem um sistema próprio para inscrição do CAR, como no de MS, podem implantar o módulo AnalisaCAR.

“É um bom exemplo para mostrar que a ação do Mapa, por meio do SBF, serve para todos os estados da Federação. Tanto para aqueles que utilizam o sistema federal, quanto para aqueles que têm seus sistemas próprios, mas querem fazer as suas análises dinamizadas”, pontua. 

Até o final de 2021, ao menos dez estado deverão utilizar a ferramenta, que será disponibilizada para todo o país em um prazo de dois anos. Os próximos a assinar o acordo de implantação do AnalisaCAR são: Paraná, Rio de Janeiro e Sergipe.

 

Com informações Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)

Compartilhar

Últimas Notícias