Economia

Caixa participará pela 1ª vez do Plano Safra, diz presidente do banco

Pedro Guimarães participou hoje da entrega de 307 títulos da reforma agrária no munícipio de Terenos

14/05/2021 - 14:37 | Por Douglas Ferreira - SBA | Siga-nos no Google News

A Caixa Econômica Federal participará este ano pela primeira vez do Plano Safra. O anúncio foi feito hoje (14) pelo presidente do banco, Pedro Guimarães, durante entrega de 307 títulos da reforma agrária, no Assentamento Santa Mônica, no município de Terenos em Mato Grosso do Sul (MS). A cerimônia contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), ministra da Agricultura Tereza Cristina e outras autoridades federais e estaduais.

Segundo Guimarães, o banco irá abrir 21 agências exclusivas para o agronegócio. No Brasil, serão 76 novas para o público em geral, com a possibilidade de contração de 7,7 mil pessoas. “Em Mato Grosso do Sul três agências são exclusivas para o agro”, afirmou.

O banco que atua no segmento de habitação, passará a ser o banco da agricultura, de maneira muito significativa. 

“Vamos emprestar em especial, para quem nunca teve dinheiro. Da mesma maneira que fizemos que os microempresários, que na hora da crise, ninguém emprestava. A Caixa foi de longe, o banco que emprestou mais para quem não tinha. Agora, o foco do nosso crédito agrícola está em duas linhas, no Pronaf e o Pronamp, para que a gente possa construir silos para empresários médios”, afirmou Guimarães.

Recordes

O lucro líquido no primeiro trimestre deste ano foi de R$ 4,6 bilhões, alta de 50,3% em relação ao mesmo período do ano passado. 

“Quando a Caixa começou no governo Bolsonaro, emprestava R$ 2 bilhões, hoje, nós temos R$ 10 bilhões, ou seja, a Caixa cresceu cinco vezes. Nunca se ganhou tanto como agora. Fizemos o anúncio há dois dias com o presidente, do maior patrocínio de manutenção de florestas de rios do mundo. Nós destinaremos R$ 200 milhões para preservar nascentes. Uma delas está aqui perto que é o Rio Taquari. Vamos fazer um investimento milionário, fazendo isso, plantando árvores”, disse.

O presidente da instituição disse que o banco patrocinava 22 clubes de futebol. “Clube de futebol não precisa da Caixa. Quem precisa é manutenção de florestas e o crédito no Pronaf”, disse Pedro Guimarães.

FCO

O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é uma verba de crédito criada pela Constituição Federal de 1988, com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico e social da região (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal).

Podem tomar o crédito empresas e produtores rurais que desejam iniciar, ampliar ou modernizar atividades.

“A Caixa tendo a possibilidade de participar do Fundo do Centro-Oeste, nós vamos abrir pelo menos mais 50 agências só no agro. Vai passar a ter agência da Caixa Econômica Federal mesmo em cidades de três ou quatro mil habitantes”, afirmou o presidente da Caixa.

Compartilhar

Últimas Notícias