Piscicultura

Operação conjunta fiscaliza setor de pescados no Norte e Nordeste

Entidades trabalham em conjunto para combater irregularidades no ramo

14/04/2021 - 13:09 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Marinha do Brasil, a Polícia Federal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e a Polícia Militar do Rio Grande do Norte realizaram entre os dias 4 e 10 de abril, uma operação conjunta para fiscalizar o setor de pescados, nos estados Rio Grande do Norte e Ceará. A operação foi chamada de Amazônia Azul – Ronda Agro III.

A operação teve como objetivo a proteção dos recursos pesqueiros e o combate a ilícitos no setor, além de cobrir o comércio clandestino, a pesca de espécies proibidas, irregularidades nas embarcações, entre outros.

Foram vistoriadas 20 embarrações e seis empresas do ramo pesqueiro. Os materiais de pesca, as técnicas utilizadas e a documentação da embarcação e dos tripulantes foram fiscalizadas. Cinco embarcações foram notificadas, dentre as quais quatro foram obrigadas a retornar e aportar no porto pesqueiro de origem.

As equipes coletaram dados para planejar a operação, checaram denúncias de crimes ambientais, acompanharam a recepção de espécies pescadas das áreas geográficas do Norte e Nordeste. Essa foi a terceira ação nacional do Programa de Vigilância em Defesa Agropecuária para Fronteiras Internacionais (Vigifronteira), de acordo com as diretrizes do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF).

Esse foi o primeiro trabalho na fronteira marítima brasileira, realizada em conjunto com a Marinha, bem como outros órgãos da segurança pública nacional. A operação foi coordenada a partir dos centros de comando da Marinha, que contou com a participação de diversos órgãos para que as decisões fossem tomadas de acordo com as competências de cada instituição.

 

Com informações Mapa

Compartilhar

Últimas Notícias

1° Leilão Fazenda Jardim do Sul & Convidados