Mercado

Queijo de búfala de Marajó recebe selo para livre comércio no Brasil

Produto recebeu registro de Indicação Geográfica pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial

24/03/2021 - 14:30 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News
Queijo do Marajó
Foto: Divulgação Redes Sociais

O queijo de búfala produzido na Ilha de Marajó, no estado do Pará, recebeu na terça-feira (23) o selo de Indicação Geográfica (IG) na modalidade indicação de procedência. O registro permite que o nome da ilha seja utilizado oficialmente na iguaria.

O produto já é reconhecido por seus prêmios nacionais e internacionais de qualidade, foi o primeiro queijo da região Norte a ganhar o Selo Arte que permite que produtos possam ser vendidos livremente. Com essa certificação, o produto é identificado como um queijo artesanal brasileiro.

“Sempre acreditamos na IG como um instrumento de desenvolvimento local, dando segurança jurídica ao saber, valorizando do mestre queijeiro e principiante preservando a arte na produção do queijo”, explica a produtora e presidente da Associação de Produtores de Leite e Queijo do Marajó (APLQMARAJO) Gabriela Gouvêa Moura. 

O queijo de búfala não tem ligação com a mozarela de búfala, popularmente conhecida no Brasil. No paladar, o produto contém uma textura cremosa com uma leve acidez, e no final deixa um sabor adocicado. Dessa forma a peça é descrita pela vice-presidente da  APLQMARAJO Bruna Luiza Silva.

 

Com informações Mapa

Foto: Divulgação Redes Sociais 

Compartilhar

Últimas Notícias