Pecuária

Cotação do boi gordo atinge estabilidade de um mês na casa dos R$ 300/@

Oferta restrita de animais tem influenciado no volume de negócios no mercado do boi gordo

02/03/2021 - 15:40 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com informações da Scot Consultoria, a oferta restrita não permite espaço para um volume grande de negócios no mercado físico do boi gordo, mesmo considerando o nível de consumo de carne bovina vigente. Com isso, a cotação nas praças paulistas está estável desde 2 de fevereiro.

O boi gordo que atende ao mercado interno é negociado em São Paulo em R$ 302,00/@, enquanto os negócios envolvendo vaca e novilha gordas ocorrem em R$ 282,00/@ e R$ 294,00/@, respectivamente, preços brutos e a prazo.

Exportações
Em fevereiro, o Brasil exportou 102,12 mil toneladas de carne bovina in natura, volume 7,64% menor que as 110,58 mil toneladas embarcadas em fevereiro de 2020 (Secex).

Apesar do recuo, cabe destacar que os embarques haviam caído 26,8% até a primeira quinzena de fevereiro.

O faturamento foi de US$ 463,58 milhões, queda de 5,32% frente ao faturamento no mesmo período do ano anterior (US$ 489,65 milhões).

Apesar do recuo no volume e faturamento, o preço pago por tonelada de carne bovina in natura no mercado internacional melhorou 2,51% no mesmo período, US$ 4.539,30/t, em fev/21, contra US$ 4.428,10/t em fev/20.

 

Informações por Scot Consultoria

Compartilhar

Últimas Notícias