Avicultura

Coreia do Sul abate cerca de 20 milhões de aves devido à influenza aviária

Previsão é que governo sul-coreano importe até final de junho 50 mil toneladas de ovos in natura e de ovoprodutos

25/01/2021 - 11:19 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Em menos de três meses, a Coreia do Sul abateu cerca de 19,9 milhões de aves como forma de combater o avanço do surto de Influenza Aviária, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap. 

A doença afeta boa parte do Hemisfério Norte desde meados do outono passado. Até a última semana, a Coreia do Sul registrou 73 diferentes focos da doença, gerada por uma cepa do tipo H5N8.

Dos abates efetivados entre novembro de 2020 até a última quinta-feira (21/01), mais de 16 milhões, o que corresponde a cerca de 82% do total, foram de poedeiras, segundo dados do Ministério da Agricultura local.

Somado às granjas contaminadas, o governo sul-coreano determinou a depopulação de aves em criação no raio de 3 km a partir de cada foco detectado, o que eleva o número de abates.

Mercado
Com este cenário, é observado o aumento constante de preços dos ovos e das carnes de frango e de pato. 

No intervalo de uma semana, o valor médio dos ovos cresceu 24,2% e da carne de frango registrou valorização próxima de 10%, conforme divulgou a Yonhap

Até o final de junho, o governo pretende importar até 50 mil toneladas de ovos in natura e de ovoprodutos, sem tarifa, como tentativa de minimizar a alta nos preços.

Também foi observado o crescimento de casos confirmados de Influenza Aviária entre aves silvestres, o que dificulta o combate da propagação do vírus nas granjas avícolas locais.

Desde o final de outubro de 2020, foram confirmados 87 casos de gripe aviária de alta patogenicidade em aves silvestres e outros 26 casos estão sendo investigados.

 

Informações por AviSite

Compartilhar

Últimas Notícias

Sêmen Touros Genética BR