Economia

Líder diz que caminhoneiros já decidiram por greve em fevereiro

Categoria reclama de carga tributária de combustíveis e valor do frete

15/01/2021 - 18:50 | Por Valdecir Cremon - SBA | Siga-nos no Google News

Caminhoneiros estão ameaçando realizar nova paralisação de trabalho, em fevereiro, em protesto contra a carga tributária que incide principalmente sobre combustíveis e a valorização do frete. Um dos líderes do movimento, José Roberto Stringasci, falou sobre o assunto no programa Agricultura BR, do Canal do Boi, em entrevista ao apresentador Fabiano Reis, e confirmou que os caminhoneiros podem paralisar as rodovias de todo o país em apenas três dias. 

Também nesta sexta-feira (15), o governo de São paulo publicou no Diário Oficial do Estado a revogação de decretos que aumentavam o ICMS de diversos produtos e insumos da agropecuária. A decisão consagra uma derrota do governo paulista diante de manifestações de produtores rurais, que apontavam o aumento de custos e a consequente elevação de preços ao consumidor de itens da cesta básica de alimentos.

Na semana passada eles promoveram um protesto, o "tratoraço", com a participação de representantes de mais de 150 sindicatos e associações do agronegócio, em 200 cidades. Apesar disso, o governo não revogou a taxação de ICMS sobre etanol e diesel, causando revolta em caminhoneiros, que já se preparam para uma greve de protesto.

A questão faz parte da pauta de reivindicações dos caminhoneiros.

Veja a entrevista. Clique aqui para abrir direto do Youtube.

 
Foto de capa: José Roberto Stringasci Reprodução/Canal do Boi 

 

Compartilhar

Últimas Notícias

Sêmen Touros Genética BR