Economia

Mapa rebate Macron sobre soja produzida em área de desmatamento

Líder da França associou a soja brasileira ao desmatamento na Amazônia em uma postagem nas redes sociais na última terça-feira (12)

14/01/2021 - 08:36 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

Na última terça-feira (12), o presidente da França, Emmanuel Macron, associou a soja brasileira exportada ao desmatamento na Amazônia, em uma postagem nas redes sociais. 

“Somos consistentes com as nossas ambições ecológicas, lutamos para produzir soja na Europa!”, afirmou o líder francês.

 

 

Em resposta a acusação, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu nota na última quarta-feira (13) relembrando a rigorosidade da legislação ambiental brasileira e que a produção do país possui controle de origem. 

Confira abaixo a nota completa emitida pelo Mapa:

O Brasil tem uma das legislações ambientais mais rigorosas do mundo e utiliza tecnologias reconhecidas que ampliaram a sustentabilidade de sua produção agropecuária.

A declaração do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a soja brasileira mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas.

O Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade, seja em áreas já utilizadas, seja recuperando pastagens degradadas, não necessitando de novas áreas. Toda a produção nacional tem controle de origem.

A soja brasileira, portanto, não exporta desmatamento.

 

Foto de capa por Tony Oliveira/ CNA

Compartilhar

Últimas Notícias