Morre Tarso Teixeira, superintendente do Incra no Rio Grande do Sul

Veterinário era líder sindical e especialista em colonização, além de escritor e palestrante

04/01/2021 - 15:26 | Por Valdecir Cremon - SBA | Siga-nos no Google News

Morreu na madrugada nesta segunda-feira (4), vítima da Covid-19, o superintendente do Incra no Rio Grande do Sul, Tarso Francisco Pires Teixeira. Ele tinha 69 anos e deixa a esposa, três filhos e dois netos. Autoridades e lideres entidades representantes do setor, além do Ministério da Agricultura e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, se solidarizaram com a família de Tarso.

Segundo a família, Tarso estava internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre desde o início de dezembro, em decorrência da doença.

Técnico aposentado e médico veterinário, Tarso foi autor dos livros Visão da Terra (2004), Utopias do Atraso (2010) e Combatendo o Bom Combate (2019). Era considerado um dos maiores representantes do agronegócio no Sul do país e vice-presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, a Farsul. 

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), disse por meio da assessoria de imprensa que Tarso Teixeira realizava “um grande trabalho no instituto para regularização de terras no Estado”.

Em nota, o Sistema Farsul lamentou o falecimento."Reconhecido como um grande defensor dos produtores rurais e do agronegócio, especialmente do direto à propriedade, Tarso Teixeira integrou a diretoria da Farsul em mais de uma gestão, sendo atualmente diretor vice-presidente.  Diretores e funcionários da Farsul, Senar-RS e Casa Rural se solidarizam com seus familiares neste momento", diz o comunicado.

Em um comunicado, o Sindicato Rural de São Gabriel, entidade presidida por Tarso por 15 anos (2004 a 2019), afirma que “Tarso Teixeira deixa inegável legado como um dos maiores líderes da agricultura gaúcha, que liderou embates e defendeu posições firmes sempre na defesa do Estado Democrático de Direito e do Direito à Propriedade, causas que abraçou com coerência e lealdade durante toda a vida, inclusive agora, no Incra, onde tornava realidade o direito à propriedade para centenas de pequenos agricultores gaúchos.” A nota assinada pelo presidente em exercício do sindicato, Marco Aurélio Cunha, envia “sinceros sentimentos de toda a classe rural gabrielense, que se despede com muita tristeza de seu grande líder”.

Também por meio de assessores, o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), ex-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) na Câmara dos Deputados, destacou a atuação de Tarso no setor. “Muito ativo, era uma das grandes lideranças do setor agropecuário gaúcho. Descanse em paz, amigo”, disse.

O enterro de Tarso está foi realizado no início da tarde desta segunda-feira em São Gabriel (RS), cidade onde morava.

Tarso Teixeira tinha 69 anos. Foto: Álbum de família

 

Compartilhar

Últimas Notícias

Leilão Virtual Fazenda Nova e Fazenda Elo Dourado 2021 - Reprodutores e Matrizes - Corte