Agricultura

Fundo internacional disponibiliza US$ 68 milhões para produtores que realizam ILPF

Terão acesso a linhas de crédito facilitadas de acordo com nível de sustentabilidade das propriedades rurais

29/09/2020 - 13:00 | Por Douglas Ferreira - SBA | Siga-nos no Google News

Os agricultores brasileiros que adotam estratégia de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) terão acesso a linhas de crédito facilitadas, de acordo com o nível de sustentabilidade das propriedades rurais. O lançamento do Sustainable Agriculture Finance Facility (Financiamento Facilitado para Agricultura Sustentável) ocorreu nesta terça-feira (29).

O SAFF é o primeiro mecanismo financeiro constituído pela Rede ILPF que visa promover a maior adoção de sistemas ILPF no Brasil. A iniciativa é uma parceria público-privada.

O primeiro critério para acessar o fundo será o monitoramento e a aprovação da propriedade pela sistemática TrustScore. Isto é, apenas as fazendas que alcançam uma pontuação mínima é que poderão obter o financiamento.

Depois, quanto maior índice de sustentabilidade no TrustScore, menores serão os juros para fazendas que produzem com estratégias de ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta). A tecnologia TrustScore é brasileira, inovadora e foi desenvolvida pela Ceptis Agro para medir a sustentabilidade das fazendas produtoras.

O SAFF disponibilizará cerca de US$ 68 milhões no primeiro ano, sendo US$ 62 milhões em crédito para o produtor e US$ 6 milhões para financiamento de programas de certificação, pesquisa, transferência de tecnologia assistência técnica e certificação.

O incremento ao fundo acontecerá progressivamente, ano a ano, podendo chegar a US$ 1,4 bilhão em 2026. O SAFF foi um dos projetos selecionados em 2020 pela Global Innovation Lab for Climate Finance (Lab), um programa de aceleração de opções de investimento que mobilizem recursos para o desenvolvimento sustentável em mercados emergentes.

O objetivo é ampliar a adoção da ILPF no Brasil por meio de uma combinação de linhas de crédito acessíveis, certificação e assistência técnica especializada. O projeto-piloto será implantado até julho de 2021 e vai abranger propriedades de sete estados brasileiros: Paraná, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, totalizando 90 mil hectares. "Hoje, o Brasil possui 16 milhões de hectares com sistemas ILPF e a nossa meta é meta chegar a 30 milhões até 2030.

O SAFF, sem dúvidas, será uma ferramenta importante para conseguimos sucesso nesse objetivo", explicou o presidente do Conselho Gestor da Rede ILPF, Renato Rodrigues.

Compartilhar

Últimas Notícias