Economia

Presidente do Banco Central diz que Pix reduzirá custos para as empresas

Novo sistema entrará em funcionamento em 16 de novembro deste ano

09/09/2020 - 15:40 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou nesta quarta-feira (9) que o novo sistema de pagamentos instantâneos, o Pix, reduzirá os custos para as empresas e proporcionará mais eficiência no fluxo de caixa.

“É muito importante entender essa mudança que estamos passando e como isso tem sido intensificado pela crise, pela pandemia. A gente vê o número de pagamentos digitais crescendo. Há um movimento de inovação que se acelerou em várias áreas”, afirmou.

Segundo Campos Neto, o custo operacional para as empresas será reduzido e terão facilidade no recebimento de pagamentos e redução de gastos com transporte de dinheiro. “É um instrumento que faz com que a gestão de fluxo de caixa atinja um novo patamar de eficiência. Menos custos significa mais margem [de lucro] para quem está de um lado e menos preço para quem está no outro”, destacou.

O Pix entrará em funcionamento em 16 de novembro deste ano. As transações com a nova ferramenta, que funcionará 24 horas por dia, poderão ser feitas por meio de QR Code (versão avançada do código de barras lidas pela câmera do celular) ou com base na chave cadastrada.

 

Informações por Agência Brasil

Compartilhar

Últimas Notícias