Mercado

Valorização no preço do leite pago ao produtor foi de 4,8% em agosto

Fatores ligados ao cenário de alta foram a maior concorrência pela matéria-prima, estoques mais enxutos nas indústrias e melhora nas vendas na ponta final da cadeia

08/09/2020 - 09:02 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

De acordo com informações da Scot Consultoria, os preços do leite pago ao produtor registraram mais um mês de valorização, o terceiro consecutivo.

Na média dos dezoito estados pesquisados pela entidade, o aumento foi de 4,8% no pagamento realizado em agosto, frente ao pagamento anterior.

Os fatores de alta foram os mesmo que fizeram o preço do leite ao produtor subir nos dois últimos pagamento: a maior concorrência pela matéria-prima (leite cru), os estoques mais enxutos  nas indústrias e a melhora nas vendas na ponta final da cadeia.

Do lado da produção, o volume captado (média nacional) é crescente desde maio último, mas está abaixo, na comparação com igual período do ano passado.

Com relação ao consumo de produtos lácteos, a flexibilização da abertura gradual do comércio, principalmente bares, restaurantes e lanchonetes (food service), junto ao pagamento dos auxílios emergenciais, têm colaborado com uma demanda melhor nos últimos meses, comparativamente com março, abril e maio, quando as medidas de isolamentos (quarentena e fechamento de estabelecimentos) prejudicaram o consumo interno.

Para o pagamento a ser realizado em setembro/20, referente a produção entregue em agosto/20, a expectativa é de alta nos preços do leite ao produtor em 83,0% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria, enquanto 15,0% das indústrias falam em manutenção dos preços do leite e os 2,0% restantes estimam em queda.

 

Informações por Scot Consultoria

Compartilhar

Últimas Notícias