Agricultura

Mapeamento aponta 1,3 milhão de hectares de arroz irrigado no Brasil

Estudo foi realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

21/08/2020 - 12:45 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

O arroz irrigado concentra 77% da área e 90% da produção de arroz no Brasil – as áreas de sequeiro seguem em retração e representam 23% da área e 10% da produção. Ainda que apresente redução na área total nos últimos anos, observa-se um constante aumento de produtividade do segmento, graças às melhorias no pacote tecnológico do produtor, que inclui uma maior eficiência no uso da água. A cultura também é responsável por 25% da área irrigada no País.

Tal análise está no Mapeamento do Arroz Irrigado no Brasil, produzido pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

O manejo da cultura por inundação requer mais água por unidade de área do que em outros sistemas. Além disso – com melhorias no manejo do solo, da água e dos insumos – a irrigação proporciona ao arroz mais que o triplo da produtividade observada em áreas de sequeiro. 

Na média dos últimos cinco anos (2014-2018), o arroz de sequeiro rendeu 2.134 kg/ha, enquanto o irrigado teve um rendimento de 7.403 kg/ha – 3,5 vezes mais.

Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins respondem por 1,2 milhão dentre 1,3 milhão do total de hectares de arroz identificados no Brasil. O RS mantém a liderança com 72,9% da área ocupada pelo arroz irrigado (946 mil hectares), seguido por Santa Catarina (11,5%) e Tocantins (8,4%). 

Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul aparecem na sequência respectivamente com 1,5%, 1,3% e 0,8%. Os demais 3,5% da área estimada estão distribuídos em outros 12 estados: Alagoas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e São Paulo.

 

Informações por Conab

Compartilhar

Últimas Notícias