Agricultura

Safra brasileira de cana-de-açúcar 2020/21 estimada em 642,1 milhões de toneladas

Conab estima crescimento de 32% na produção de açúcar

20/08/2020 - 14:08 | Por Redação - SBA | Siga-nos no Google News

A segunda estimativa da safra 2020/21 de cana-de-açúcar no Brasil indica produção de 642,1 milhões de toneladas, com leve retração de 0,1% em relação à temporada anterior. Com esse volume de cana deve ser produzido o recorde de 39,3 milhões de toneladas de açúcar, situando o Brasil no patamar de maior produtor do mundo por dois anos seguidos, com crescimento de 32% em relação ao que foi alcançado na última safra. 

Os números estão no 2º Levantamento da Safra 2020/21 de Cana-de-açúcar, divulgado pela Companhia Nacional de abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (20).

Essa produção tem mercado garantido, de acordo com a equipe da Conab. A exportação brasileira de açúcar aumentou expressivos 69,9% nos quatro primeiros meses dessa safra (abril-julho) em relação ao mesmo período de 2019. Segundo dados da Secex, e a expectativa é de que continue em alta.

O impulso vem da oferta mundial limitada por adversidades climáticas em importantes produtores da Ásia e também da taxa de câmbio elevada. Os preços de exportação em dólar, na média de abril a julho, foram 63% maiores e, em real, mais que dobraram, com aumento médio de 127% - dados da Secex.

Além disso, o consumo de etanol no Brasil diminuiu no primeiro semestre devido à menor mobilidade da população diante da pandemia. Com isso, uma parcela da cana que poderia ser destinada ao combustível reforçou a produção de açúcar.

Acesse os números completos do 2º Levantamento da safra 2020/21 de cana-de-açúcar, publicado no Portal da Conab. 
 

Informações por Conab

Compartilhar

Últimas Notícias