Mercado

Conab constata que em julho houve redução no preço dos hortigranjeiros nos Ceasas

A pesquisa foi realizada nos principais centros atacadistas do país

27/08/2019 - 16:24 | Por Redação - SBA

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou o balanço geral da venda de hortifrutigranjeiro dos principais Centros de Abastecimentos (Ceasas) do Brasil feito no mês de julho. A instituição constatou que houve redução na cotação dos hortifrutigranjeiros mais consumidos pela população brasileira. O Conab analisou os Ceasas de São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Brasília (DF), Recife (PE) e Fortaleza (CE).

Na Ceagesp, em São Paulo, a média dos preços das folhosas, em geral, reduziu. O valor da beterraba encerrou o mês de julho 10% mais barato, o cará em 8% e o chuchu em 7%. Dentre as frutas, o boletim evidenciou importantes quedas de preços, como o da nectarina (24%), pitanga e tâmara (17%), néspera, pêssego e melão (10%), morango (9%), caju (7%).

Registrou-se que a alface apresentou queda de preço na maioria dos centros analisados, com exceção da Ceasa do Rio de Janeiro que registrou um aumento de 2,99%, na Ceasa de Goiânia, de 12,08% e na Ceasa de Recife que teve aumento significativo, 36,89%, em função de chuvas intensas na região produtora. Nos demais mercados as quedas de preços variaram entre 2,44% na Ceasa de Fortaleza e 37,58% na Ceasa de Curitiba. Esta queda deve-se às geadas que ocorreram nas regiões produtoras e comprometeram o cultivo.

Quanto às hortaliças, batata, cenoura e tomate destaca-se que, mesmo com queda de preços na maioria dos mercados, estes estão em patamares elevados quando comparados com o mesmo período do ano passado. Somente a cebola registrou altas de preços significativas, próximas ou acima dos 30%, em todos os mercados analisados. 

Fonte: Conab

Compartilhar

Últimas Notícias