Série sobre agro brasileiro será transmitida na Coreia do Sul

A finalidade é aprimorar a percepção do consumidor sul-coreano sobre a qualidade dos produtos brasileiros que importam

Série sobre agro brasileiro será transmitida na Coreia do Sul

A finalidade é aprimorar a percepção do consumidor sul-coreano sobre a qualidade dos produtos brasileiros que importam

Internacional
Por Redação - SBA
31/07/2018 às 14h
Equipe de jornalista deve ficar no Brasil até 17 de agosto

Uma equipe da TV Educativa da Coreia do Sul (EBS) está conhecendo áreas de produção agrícola do Brasil para lançar uma série de programas destacando o potencial agronegócio brasileiro. A previsão é que os jornalistas fiquem até o dia 17 de agosto e visitem diferentes estados, acompanhados pela equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O objetivo é mostrar ao público sul-coreano os segmentos nos quais o país se destaca, como a pecuária, produção de café, cachaça, queijos especiais e frutas exóticas. Os programas serão transmitidos em horário nobre, com foco na produtividade, tecnologia de ponta, sustentabilidade e o lado humano da produção. A EBS é um importante canal de divulgação na Coreia do Sul, com cerca de 4 milhões de telespectadores.

A parceria resultou de contatos da Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Embaixada do Brasil em Seul, com a finalidade de aprimorar a percepção do consumidor sul-coreano sobre a qualidade dos produtos brasileiros que importam.

Na segunda-feira (30), a equipe entrevistou o ministro Blairo Maggi sobre a importância do campo na economia brasileira, perspectivas profissionais na agricultura para as novas gerações e sua experiência pessoal como produtor.

Também serão produzidas matérias sobre piscicultura, Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), além da fauna e flora do Pantanal Mato-grossense e da Amazônia. Já foram abordados temas como cafés e queijos especiais.

Veja também


Comentários


© Copyright 1996-2018 - Sistema Brasileiro do Agronegócio - Todos os Direitos Reservados