Normas para facilitar comércio agropecuário internacional são assinadas

Medidas têm intuito de facilitar o comércio no Mercosul e instituir as Colfacs

Normas para facilitar comércio agropecuário internacional são assinadas

Medidas têm intuito de facilitar o comércio no Mercosul e instituir as Colfacs

Agricultura
Por Esthéfanie Vila Maior - SBA
18/10/2018 às 11h
Normas foram assinadas pelo ministro Blairo Maggi

Normas que visam facilitar o comércio agropecuário, como a que dispensa a exigência de Certificado Fitossanitário para importações em Áreas de Controle Integrado (ACI) no âmbito do Mercosul, foram assinadas, na quarta-feira (17), pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi.

A medida tem intuito de desburocratizar a fiscalização e promover celeridade dos fluxos de cargas em fronteiras importantes como Foz do Iguaçu e Santa Helena (PR), Uruguaiana e São Borja (RS) e Dionísio Cerqueira (SC), entre outras.

O ministro também assinou a proposta de Instrução Normativa Conjunta do Mapa, Receita Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que institui as Comissões Locais de Facilitação de Comércio (Colfacs).

Em Curitiba, Blairo Maggi participou da Abertura da 1ª Reunião Nacional do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) e da comemoração de 20 anos de existência do sistema. Na abertura do evento, o ministro afirmou que a postura de entender que as mudanças para modernizar procedimentos devem ser feitas fará com que o país ande cada vez mais. 

“Até discutimos, hoje, durante a viagem, com o secretário Rangel (Defesa Agropecuária), que, quanto mais o tempo passa, menos cobranças temos recebido. Não é que não haja cobrança, mas muitas resolvemos. E quando você resolve, libera o setor produtivo para fazer que é a sua essência, gerar riqueza ao invés de perder tempo com burocracia”, disse.

Veja também


Comentários


© Copyright 1996-2018 - Sistema Brasileiro do Agronegócio - Todos os Direitos Reservados