CNA defende cooperação internacional para fornecer alimentos de maneira sustentável

“Agro em Questão: Cooperação Internacional e Desenvolvimento Rural Sustentável” reuniu representantes do setor em Brasília

CNA defende cooperação internacional para fornecer alimentos de maneira sustentável

“Agro em Questão: Cooperação Internacional e Desenvolvimento Rural Sustentável” reuniu representantes do setor em Brasília

Agricultura
Por Esthéfanie Vila Maior - SBA
13/09/2018 às 11h
Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, falou sobre a cooperação internacional para alimentar a população do planeta de maneira sustentável durante a abertura do “Agro em Questão: Cooperação Internacional e Desenvolvimento Rural Sustentável”. 

O evento reuniu, nesta quarta-feira (12), na sede da CNA em Brasília, representantes de embaixadas de vários países, governo, setor produtivo, bancos de fomento e fundos de financiamento para debater os desafios da produção rural sustentável.

Para o presidente da CNA, o desafio de fornecer alimentos para o mundo não deve ser apenas do Brasil, mas de todos os países a partir da cooperação internacional. “Queremos que as entidades públicas e privadas internacionais e nacionais entendam que esse processo não deve ser só do produtor rural, nem só do governo, nem só do Brasil. Deve ser do mundo todo”, afirmou.

O diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, explica que o Sistema CNA/SENAR desenvolve uma série de ações para capacitar o produtor rural brasileiro e torná-lo preparado às exigências de qualidade e competitividade do mercado mundial. “É fundamental manter parcerias com organismos internacionais para que o produtor rural tenha acesso às inovações do mercado internacional”, disse Daniel Carrara.

Outro desafio para o agro é o fortalecimento da classe média rural para atender à demanda mundial por alimentos. “Precisamos formar no Brasil e no mundo uma classe média rural e um dos caminhos é com a oferta constante de tecnologia e de gestão”, ressalta Carraca.

No evento, também foi lançado o Portfólio de Cooperação Internacional e Produção Sustentável de Alimentos. O documento traz uma série de inciativas desenvolvidas pelo Sistema CNA/SENAR ao longo de vários anos com metodologias já consolidadas. Destacam-se ações voltadas para cooperação internacional e produção de alimentos, assistência técnica e gerencial, formação profissional, promoção social, educação, segurança alimentar e sustentabilidade ambiental e economia rural.

Veja também


Comentários


© Copyright 1996-2018 - Sistema Brasileiro do Agronegócio - Todos os Direitos Reservados