Agricultura

Cresce diferença de preços do café arábica e robusta

A desigualdade entre eles pode chegar a R$ 100 a saca

10/04/2019 às 17h   |   Por Douglas Ferreira - SBA

Foto: Divulgação

Conforme levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), nos últimos meses no mercado brasileiro, a diferença de preços entre o café arábica e robusta estão crescendo. Os dois produtores estão se desvalorizando em boa parte da temporada 2018/19, entretando as baixas do robusta estão sendo maiores, o que amplia mais a distância comparado a o arábica.

Segundo Cepea, na parcial da safra de julho 2018 a 8 de abril 2019, no posto na cidade de São Paulo o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 está R$ 100,33 a saca acima do Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6 (peneira 13 acima). Neste mesmo período da temporada  2017/18, a desigualdade entre os produtos era de R$ 84,61 a saca. A esperança do setor é que essa diferença perpetue nos próximos meses, atendendo as perspectivas de baixa para as duas variedades.

O café arábica registrou em 2018/19 que a quantidade produzida foi alta, a melhora dos estoques globais, nacionais e a proximidade da colheita da safra 2019/20 poderá ter produção alta para um ano de bienalidade negativa, vêm mantendo a pressão nas cotações. Já o tipo robusta, a expecativa é de maior produção, o que pode acarretar em novas quedas nas cotações.


Últimas Notícias

Comentários