Mercado

Exportações de carne suína tem balanço positivo no 1º trimestre deste ano

Países asiáticos são os que mais importam

05/04/2019 às 20h   |   Por Davi Nunes - SBA

Segundo a Associação Brasileira de Protéina Anima, as exportações brasileiras de carne suína in natura e processados, registraram em março 54,8 mil toneladas, informa a ABPA. O volume é 5,6 inferior ao desempenho apontado no mesmo período do ano passado, com 58,1 mil toneladas.

Quando o assunto é a receita, houve diminuição de 7,8% em comparação ao mesmo período ano anterior, US$ 106,6 milhões em março de 2019 e US$ 115,7 milhões em março do ano passado.

O resultado do primeiro trimestre segue positivo para o setor produtivo, com total de 157,5 mil toneladas exportadas, volume de 1,46% superior ao ambarcado no mesmo período de 2018, com 155,2 mil toneladas. O saldo cambial totalizou US$ 298,3 milhões, desempenho 5,4% menor que o realizado em 2018, com US$ 315,3 milhões.

Apesar da retração no número mensal, o saldo das vesdas acumuladas em 2019 segue positivo, com elevações sequenciais em janeiro, fevereiro e março, que deve ganhar impulso, também, com o bom fluxo das exportações para a China, Vietnam, Coreia do Sul, Filipinas, Japão e a Rússia”, analisa Francisco Turra, presidente da ABPA.

 

POSIÇÃO

PAÍS IMPORTADOR

SALDO EM MARÇO (MIL TONS)

SHARE (%)

1

CHINA

13,023

24%

2

HONG KONG

12,852

23,7%

3

RÚSSIA

6,497

12%

4

CHILE

3,436

6,3%

5

URUGUAI

3,043

5,6%

6

SINGAPURA

3,016

5,6%

7

ARGENTINA

2,581

4,8%

8

ANGOLA

1,878

3,5%

9

GEORGIA

1,459

2,7%

10

VIETNA

1,023

1,9%

 


 


Últimas Notícias

Comentários