Internacional

Tereza Cristina acredita em visita de chineses ao Brasil para vistoriar frigoríficos

Brasil conta com importante oportunidade de exportação de carnes devido ao surto de peste suína africana

23/04/2019 às 16h   |   Por Adriano Falleiros - SBA

Foto: Divulgação 

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou nesta segunda-feira (22), após reunião na Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em São Paulo, acreditar que uma missão do governo chinês deve vir ao Brasil vistoriar plantas frigoríficas que aguardam habilitação para exportar ao país asiático.

A ministra tem viagem marcada para a Ásia em maio e disse que o Brasil conta com uma importante oportunidade de exportação de carnes devido ao surto de peste suína africana (PSA) no continente. Na última missão que visitou o Brasil, autoridades chinesas vistoriaram dez plantas frigoríficas de aves e bovinos que pretendiam exportar a carne ao país. Em março, os chineses responderam negativamente ao pleito dos brasileiros e pediram mais informações que serão levadas pela ministra no mês que vem.

O objetivo da ministra é promover as três carnes principais durante a missão ao continente asiático: suína, bovina e de frango. Além disso, a ministra falará sobre a soja, visto que o governo chinês está prestes a fechar um acordo com os norte-americanos - maiores concorrentes do Brasil no fornecimento da oleaginosa.

No momento, afirmou a ministra, o Brasil precisa mostrar que continuará sendo um importante parceiro no setor de grãos. Com o surto da peste suína, também existe a possibilidade de redução nos embarques de soja para a China, pois a necessidade de fabricação de ração do país diminuiu com o fato de que animais estão sendo abatidos.

Antes da China, Tereza Cristina passará pelo Japão para participar de reunião com seus pares da Agricultura no G20. Na pauta do encontro serão tratadas negociações para os mercados de carnes e café, com destaque para o café gourmet. Na sequência, a ministra segue para Xangai, na China, para participar da feira Sial, que será realizada entre os dias 14 e 16 de maio.

Também há agenda marcada para Pequim e Vietnã. O último destino da missão é a Indonésia, onde também serão negociadas aberturas de mercado.

Com informações do MAPA


Últimas Notícias

Comentários