Pecuária

Preço do dianteiro bovino tem alta de 24% em 2019

Carcaça casado do boi indica estabilidade neste ano

25/04/2019 às 12h   |   Por Douglas Ferreira - SBA

Foto: Canal do Boi 

 

De acordo com pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) os valores do dianteiro bovino encontram-se em ritmo forte neste ano. No mercado atacadista da Grande São Paulo é negociado com valorização de 24,6%, desde o começo de 2019. Na parcial de abril a elevação é de 7,2%, o dianteiro foi negociado a R$ 9,52 o kg na última quarta-feira, 24.

Os preços do boi gordo foram importantes no precesso de valorização do dianteiro, também está relacionada ao desempenho bom das exportações nacionais neste ano em especial à China. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), de janeiro até a terceira semana deste mês, o Brasil embarcou 407,4 mil toneladas de carne bovina in natura, somando todos os destinos, 4,7% maior que janeiro a todo o mês de abril de 2018.

Em relação aos demais cortes, o traseiro registra movimento adverso, apresenta queda de 10,94% em 2019 em abril, entretanto os preços desse corte tiveram ligeira alta, de 1,3%, a R$ 12,37 o kg na última quarta. O preço médio da ponta de agulha fechou a R$ 9,15, altas de 6,9% no ano e de 7,4% neste mês.  A carcaça casado do boi indica estabilidade em 2019, curta alta de 0,65%. Na parcial do mês, a carcaça do boi tem elevação de 3,83%, produto foi comercializado a R$ 10,84 o kg na última quarta-feira, dia 24.


Últimas Notícias

Comentários