Agricultura

Mercado de orgânicos no Brasil cresceu 20% e faturou R$ 4 bi em 2018

País é líder no segmento na America Latina e ocupa 12ª posição no mundo

02/04/2019 às 15h   |   Por Adriano Falleiros - SBA

O faturamento do mercado brasileiro de orgânicos cresceu 20% no ano de 2018, em comparação ao ano anterior e faturou R$ 4 bilhões. A informação é do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), que reúne cerca de 60 empresas do setor.

Já o mercado global de orgânicos, de acordo com balanço da Federação Internacional de Movimentos da Agricultura Orgânica (Ifoam), divulgado em fevereiro, movimentou a soma recorde de US$ 97 bilhões em 2017. O mercado global conta com a liderança dos Estados Unidos, seguido por Alemanha, França e China.

Segundo a Ifoam a produção orgânica conta com cerca de 3 milhões de produtores em 181 países. A agricultura orgânica cresceu em todos os continentes, atingindo área recorde de 70 milhões de hectares, aproximadamente.

 

A pesquisa aponta o Brasil como líder do mercado de orgânicos na América Latina. Contudo, considerando a extensão de terras destinadas à agricultura orgânica, o país fica em terceiro lugar, depois da Argentina e do Uruguai, e ocupa a posição de 12º no mundo.

Na América Latina, a produção se estende por oito milhões de hectares, o que corresponde a 11% da área mundial destinada aos orgânicos. Em extensão de terra, o Brasil cresceu mais de 204 mil hectares em dez anos, atingindo, em 2017, de 1,1 milhão de hectares.

Segundo a Organis, o percentual de consumo de orgânicos no Brasil é de 15%. O Sul e o Centro Oeste são as regiões maiores consumidoras de orgânicos no país e o Sudeste apresentou o menor percentual de consumo, 10%. Os dados são de 2017, quando foi divulgada a única pesquisa sobre a percepção do consumo de orgânicos no Brasil.

com informações do MAPA


Últimas Notícias

Comentários