Agronegócio

Doenças no trigo mobilizam pesquisadores de diversas instituições

Os resultados obtidos foram divulgados em nota técnica publicada pelo setor de trigo da Embrapa

24/05/2019 às 16h   |   Por Douglas Ferreira - SBA

Foto: João Leodato Maciel

Entre os dias 6 a 10 de maio, pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) setor de Trigo, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Embrapa Cerrados coletaram amostras em 18 lavouras nos estados de Minas Gerais (MG), Goiás (GO) e Distrito Federal.  (DF), além da avaliação de plantas em parcelas experimentais de pesquisa com trigo. Tudo isso foi ocasionado por ocorrências de doenças nas lavouras de trigo do Brasil Central e gerou uma espécie de força-tarefa das instituições voltadas a pesquisa.

Os resultados obtidos foram divulgados na nota técnica publicada pelo setor de trigo da Embrapa “Brusone em lavouras de trigo no Brasil Central – safra 2019”. Durante a pesquisa, além da observação visual das plantas nas lavouras, foram determinados 27 pontos de coletas de amostras de folhas de trigo. O fungo responsável pela brusone foi identificado em todas as amostras segundo a pesquisa.

O risco de brusone foi apontado pelo Sistema de Previsão de Risco de Epidemias de Doenças de Plantas (SISALERT), plataforma responsável pela coleta de dados meteorológicos, que processa as informações para simulação de riscos de epidemias e distribui o alerta aos usuários.

Serviço

Para receber informações acerca de alertas das doenças geradas pelo SISALERT, o usuário deve se cadastrar gratuitamente no site http://dev.sisalert.com.br/EWS.

Folha com sintoma da doença
Foto: Embrapa Trigo

 

 

 

 

Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)


Últimas Notícias

Comentários