Pecuária Internacional

China vai incentivar reposição do rebanho suíno

Após peste suína, governo chinês quer estimular a produção de carnes de frango, bovina e de carneiro para compensar a demanda da proteína

06/06/2019 às 10h   |   Por Marcio Nory - SBA

Foto: Divulgação.

O governo chinês anunciou que vai incentivar a reposição dos rebanhos suínos e fortalecer a produção de outras carnes no país. Essa medida ocorre após o surto de 'peste suína africana' dizimar centenas de milhares de animais na China.

Para ajudar a estabilizar a produção de proteína, no começo da semana, o governo chinês pediu para as autoridades das províncias darem apoio financeiro às fazendas. Diante da peste suína africana, o rebanho de suínos para reprodução da China caiu 22% em abril em relação ao ano passado, a maior queda registrada nos últimos anos.

Segundo o Rabobank, a doença pode reduzir a produção de proteínas na China em 30% neste ano, que apesar de alavancar as importações de outras carnes, também pode reduzir a demanda por rações animais como a soja, que é um dos principais produtos que os chineses compram do Brasil.

 

 


Últimas Notícias

Comentários