Pecuária

Centro-Oeste tem cenário promissor para o mercado de lácteos

O índice ultrapassando os 100 pontos

13/03/2019 às 07h   |   Por Leonardo Gorisch - SBA

O consumo de lácteos tem se recuperado de forma lenta, tendo em vista que o poder de compra das famílias continua limitado, por conta da taxa de desemprego e em consequência o elo inteiro da cadeia láctea é afetado. Porém, o índice de Intenção de Consumo das Famílias brasileiras da Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo (CNC) registrou 98,72 pontos em janeiro de 2019, aumento de 5,76% ante dezembro 2018 e sendo o maior dos últimos 46 meses.

Segundo o instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária IMEA, o cenário do Centro-Oeste Brasileiro é mais promissor, tendo o índice ultrapassando os 100 pontos, sendo um reflexo da estabilidade inflacionária e condições mais favoráveis para o mercado de trabalho.

Foto: Divulgação

Cenário

O preço do leite pago ao produtor registrou aumento de 5,13% em janeiro de 2019.

O índice de captação de leite nos Estados recuou 1,51%.

Apesar do reajuste na matéria-prima, os preços lácteos em geral registraram quedas, com exceção da manteiga na indústria.

A melhora nos preços do leite e as quedas no preços dos insumos da dieta animal resultaram em relações de troca mais favoráveis ao produtor.

Até janeiro de 2019, os Estados Unidos foram campeões em importação de lácteos brasileiro, tendo um acumulado de 194 toneladas.

 


Últimas Notícias

Comentários