Internacional

Campanha para aumentar consumo de frutas no Japão é vantagem para o Brasil

Em viagem com ministra, representantes da CNA se reuniram com Conselho de Promoção de Exportação de Frutas do Japão

10/05/2019 às 18h   |   Por Adriano Falleiros - SBA

Foto: Divulgação CNA

O apelo para que os japoneses consumam mais frutas foi entendido por representantes da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) como uma excelente oportunidade para o Brasil. Representantes da CNA que acompanham a ministra Tereza Cristina em viagem à Ásia, tiveram uma agenda paralela nesta sexta-feira (10) com o Conselho de Promoção de Exportação de Frutas do Japão.

De acordo com Gedeão Pereira, diretor de Relações Internacionais da CNA e presidente da Federação de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul). chamou atenção dos representantes da CNA o consumo de frutas pelo japoneses, que é muito baixo, em torno de 100 gramas habitante/ano.

“Eles estão fazendo incentivos para que se chegue a duzentas gramas e essa é uma oportunidade para o Brasil”, destacou Pereira.

O vice-presidente da CNA e presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (FAEA), Muni Lourenço reforçou a importância de conhecer o cenário da produção de frutas japonesa e o mercado asiático como um todo. “A presença da CNA nessa missão é muito importante para mostrar entrosamento entre setor privado e governo em busca de consolidar mercados para o Brasil”, comentou.

A ministra da Agricultura Tereza Cristina reforçou que o diálogo com os japoneses foi positivo e que a abertura do mercado japonês para as frutas brasileiras está próxima, em especial para o abacate.

“Fomos ao Ministério da Agricultura conversar sobre abertura de mercado das nossas carnes naturais e também sobre o abacate, fruta que hoje tem uma grande aceitação no Japão e é usada na alimentação e também na produção de cosméticos. É uma fruta muito procurada pelos japoneses e em breve acredito que teremos esse mercado para o Brasil”.

A CNA integra a comitiva empresarial do Ministério da Agricultura que está em uma missão de 16 dias por quatro países na Ásia. O foco é a abertura de mercado para os produtos agropecuários brasileiros, em especial, proteínas, lácteos e frutas.

Com informações da CNA 


Últimas Notícias

Comentários