Economia

Banco Central reduz estimativa de crescimento do PIB 2019 para 2%

O BC também reduziu a alta esperada para o setor industrial

28/03/2019 às 16h   |   Por Davi Nunes - SBA

O Banco Central piorou sua projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2019 a 2,0%, contra 2,4% antes, citando a fraqueza observada na atividade no fim do ano passado, consequências da tragédia de Brumadinho (MG) e menor perspectiva para a safra agrícola neste ano são os motivos para tal posicionamento.

Em seu Relatório Trimestral de Inflação, publicado nesta quinta-feira (28), o BC apontou que o ritmo mais fraco de recuperação econômica também teve um papel nas suas reestimativas, mas foi menor na comparação com os demais fatores.

Nas contas da instituição financeira, a produção agropecuária deve crescer 1% neste ano, metade do que via no relatório de dezembro, citando como destaque a menor produção esperada para soja, item com o maior peso da agricultura brasileira, devido à estiagem ocorrida em importantes regiões produtoras.

O Banco Central também reduziu para 1,8% a alta esperada para a indústria em 2019, sobre 2,8% anteriormente, por recuo nas expectativas de crescimento para a indústria de transformação e extrativa.

Somente para a indústria extrativa, a projeção do BC caiu de uma expansão de 7,6% para 3,2%, por menor produção esperada após o rompimento da barragem de mineração da Vale em Brumadinho (MG). O acidente, ocorrido em janeiro, matou centenas de pessoas e paralisou minas no Estado.


Últimas Notícias

Comentários